sábado, 4 de janeiro de 2014

"Livre-arbítrio"? Nunquinha!

Para quem ainda acredita em "livre-arbítrio", como aqueles do World Trade Center de 11/09/2001, que apenas puderam escolher as gravatas ou as saias com que morreriam no atentado, se é que puderam, pelo menos escolher algo, ou tudo já estava traçado pelo destino, até suas roupas e opções de vestuário ou rota, devo alertar que não adianta tentarmos afrontar ou imaginarmos que podemos mudar nossos rumos previamente determinados desde quando nascemos. Quanto mais tentem, mais se frustrarão, ao verem que o destino é mais forte do que a nossa vontade ou intuito.Decisão? Isto não existe!Tomem quantas quiserem e não poderão evitar uma topada na calçada, uma frustração amorosa ou profissional, um simples acidente inesperado, que derrubem todas as expectativas e planos nossos. Melhor aceitarmos esta constatação de nossa impotência em nos guiarmos nesta rota desconhecida que é o nosso futuro e vida. Nadar contra a corrente de um rio não nos levará à margem salvadora nem mudará o curso dele."Maktub", está escrito!Não podemos fugir ao que nosso destino determinou nem ao nosso "karma" em vida a ser resgatado.Quando decidimos fazer uma coisa e muitos acontecimentos e dificuldades, parecem querer nos avisar, que não devemos insistir em nossa decisão, são claros sinais de que estamos num rumo errado e não "escrito" para nós, apesar de nossa teimosia em prosseguir em frente, como enfrentando um desafio ou obstáculo, que, na verdade, será intransponível. Assim é a realidade e assim os mecanismos astrais, astrológicos e "kármicos" atuam em nossas vidas, possibilitando ou não a realização de nossos desejos e objetivos. Relaxem...(não que precisem gozar como disse uma certa ex-ministra) mas deixem que a corrente do rio os levem, as coisas aconteçam, sem maiores resistências, nem arrependimentos, pois a vida e o destino nos ensinarão a sermos mais flexíveis e aptos a entendermos e compreendermos como esta "Força Maior" age em nosso futuro e rumos, que pensamos podermos planejar e traçar. Imaginem que somos personagens de um inimaginável "video game" de deuses, apenas vivos por suas energias a nós dedicadas, enquanto o jogo supremo e maior continuar e imaginarmos estarmos "vivos" com personalidade e individualidade próprias. Para mentes mais intelectualizadas, isto parecerá uma afronta ou acinte! Uma agressão à sua integridade mental! Mas deverão repensar seus valores e aprendizado, aprenderem a temer forças superiores a nós, reconhecerem sua insignificância como simples amebas ou minhocas rasteiras presas a este planetoide perdido no espaço, entre bilhões de outros!Sejamos mais humildes e acreditemos na existência de uma força superior que nos criou! Louvado seja Deus e nossa criação!

16 comentários:

Anônimo disse...

Sinto-me cada vez mais confusa na minha fé ou falta dela. Alguns falam que a gente vai evoluindo durante várias vidas para crescermos espiritualmente, outros dizem que já nascemos com tudo traçado e não adianta lutar contra o que já está pré-determinado para nós. Outros dizem que com fé em Deus podemos vencer dificuldades e mudar nossa história... Ai...ai! Queria tanto acreditar sem dúvidas na 3ª opção, como tanta gente. Acho que isso me faria mais feliz, mas sou muito questionadora e isso dificulta. Tudo que vejo de ruim neste mundo tem cada dia mais me afastado de ser uma pessoa forte na fé e crer verdadeiramente no amor do Criador por nós e esse sentimento é muito ruim. Quero me livrar dele, mas não sei se consigo. Vc, Homero, pelo menos acredita em algo e isso já é positivo pra sua vida, acredito.
Márcia

Angela disse...

Homero.

Muito difícil que o destino de 7 bilhões de pessoas seja traçado segundo a segundo por quem quer que seja.
Mais difícil ainda considerando que esses destinos se cruzam com outros e daí matematicamente esse número cresce.
Isso não significa que temos livre arbítrio e conseguimos conduzir nossa vida através de nossas escolhas, mesmo porque nada sabemos e não temos o privilégio de receber conhecimento.
Dentro dessa falta de conhecimento, nosso destino e qualidade de vida são definidos primeiramente pelo momento histórico e país em que nascemos, nossa família e o que recebemos dela e quem somos geneticamente. Essa combinação define nossa inteligência emocional e nossa movimentação pelos poucos anos que vivemos aqui.
Acho graça quando ouço que nada é por acaso pois minha percepção entende que tudo é por acaso.
Um beijo querido e fique bem.

Anônimo disse...

Eu acredito que do livre arbítrio só podemos decidir se seremos pessoas melhores ou piores. quanto ao resto já está tudo pre determinado: o início, o meio e o fim.
Sonli

silvia disse...

Homero se tudo está escrito, quero encontrar o roteirista, para saber porque de tão árduo caminho, pode parecer arrogância de minha parte, mas estou cansada, estou perdendo a alegria de viver, apenas luto diariamente. Um abraço.

Anônimo disse...

Quer dizer que se a pessoa está numa situação dificil ela deve entregar os pontos.

Isso contradiz todos os casos de superação que temos notícia.

A exemplo do nelson ned.

Vitor Angelo Baeta Damasceno disse...

O roteirista somos nós mesmos antes de adentrarmos nessa vida, nós mesmos que escolhemos isso, mas com nossa consciência espiritual plena e não com essa consciência material extremamente limitada que sequer consegue se lembrar de quem realmente é, ao contrário da maioria dos seres que vivem nessa universo a fora, então, a culpa é realmente dessa consciência limitada que temos no físico a ponto de não lembrarmos o que tinhamos decidido experienciar nessa vida antes de adentrar nela, e essa consciência limitada não é só culpa nossa mas predominantemente de uma raça extraterrestre que sabotou os genes da humanidade a muito tempo atrás, mas isso é outra história, mas que porem eu ao menos dou uma breve introdução aqui, bom, é isso.

Anônimo disse...

Amém!!!!!!

Homero Moutinho Filho disse...

Vitor Angelo.

Acho que sua informação merece uma análise e um post.


Homero Moutinho Filho disse...

Agradeço aos amigos!

Vitor Angelo Baeta Damasceno disse...

Obrigado por considerar minhas informações valiosas meu caro Homero, recentemente eu tenho começado a expor certas verdades para certas pessoas, e em certos locais onde eu sei que elas podem ser devidamente apreciadas, como no seu blog, pois eu sei que o seu nível é bem diferenciado em relação à maioria das pessoas vivendo nesse momento histórico.

A verdade é que nem os próprios habitantes das dimensões espirituais do planeta parecem conhecer tão bem a verdadeira história e a verdadeira realidade do que se passa aqui nesse planeta há tempos.

Na verdade esse planeta aqui é bem singular em vários sentidos, não só em relação a essa galáxia como a esse universo em si. A coisa é que até a pouco tempo eu estava pensando se abria o jogo ou ficava na minha, mas quanto mais eu lembrava menos essa realidade conseguia me contentar, então eu decidi abrir o jogo aos poucos e fazer disso minha missão de vida.

No caso infelizmente alguns teoricos da conspiração como David Icke infelizmente estão certos e em verdade realmente uma raça reptiliana de extraterrestres tem intervido nesse planeta sistematicamente de forma negativa há muito tempo, mas também as coisas não vão tão longe como o fato dele dizer que os iluminatti são hibridos reptiliano humano ou que os reptilianos governam o mundo.

Mas o caso é que eles realmente tem influenciado os acontecimentos desse mundo há tempos (o que não significa dizer que eles têm o controle total e nem mesmo que eles sejam a única força extraterrestre que tem influido nesse planeta, pois os verdadeiros e originais projetistas da humanidade também não nos abandonaram, mas não pode agir de forma direta, assim como os reptilianos também não, ao menos no atual nível de consciência em que nos encontramos, que é o nível de decidir que caminho tomaremos como espécie, se um caminho de reconexão com a origem e com a natureza ou um caminho de distanciamento e mais egoísta voltado apenas para o nosso interesse como espécie e individuo).

Mas o fato é que os reptilianos adulteraram nosso DNA e mais especificamente na párte que lida na interação do cerebro físico com a alma, que seria a pineal, a pineal humana era bem maior e não se calcificava com o tempo como é o caso atualmente, mas os reptilianos desconectaram certos genes que atuam no funcionamento da pineal, não sei dizer qual pois minha especialidade era como guerreiro e guardião, quase como um policial daqui do planeta, mas a verdade é que as coisas poderiam ser bem diferentes se não houvesse a intervenção reptiliana aqui, e elas já foram diferentes no passado antes dela ocorrer, por exemplo, Atlantida e Lemúria realmente existiram , mas sucumbiram pelo mau uso dos poderes mentais, um dos principais motivos sendo que esse planeta há muito tempo tem servido como um presídio para extraterrestres infratores, e aqui infelizmente estão vivendo vários espíritos de reptilianos criminosos, para você ter uma idea o egoísmo e a idéia de superioridade já são traços comuns do reptiliano típico, imagine então a mente do criminoso reptiliano, então por ai já da para ter uma idéia do porque as coisas são como são, e essa informação do planeta prisão eu sequer fui o primeiro a relembrar, o criador da cientologia já mencionava isso na historia de Xenu, que era bem real em um sentido simbolico, mas falava sobre fatos reais envolvendo principalmente os reptilianos, bom, por enquanto eu paro por aqui, e espero que você realmente faça um post sobre o que eu disse aqui e acima e discuta o que você acha do que eu consigo lembrar sobre a história desse planeta, fica com Deus.

Homero Moutinho Filho disse...

Vitor Angelo.

Tudo que você postou é bastante familiar para mim e até já postei textos similares no passado deste blog, quando somente me dedicava a assuntos esotéricos, psicológicos e espirituais. Fora a minha formação acadêmica em humanas e exatas, este é o meu campo preferido de atuação, como astrólogo, ufólogo e espiritualista da linha oriental. Se você permitir, poderei transcrever este comentário citando a sua contribuição como leitor, em texto novo.Caso tenha mais coisas a acrescentar, por favor envie por aqui mesmo.

Homero Moutinho Filho disse...

Vitor.

Ou pelo meu e-mail hmf_sp@yahoo.com.br

Vitor Angelo Baeta Damasceno disse...

Obrigado, pode postar sim, quero que essa verdade seja conhecida por quantos der, faço disso minha missão de vida.

Homero Moutinho Filho disse...

Vitor Angelo.

Você enviou algum texto completo para mim?

Vitor Angelo Baeta Damasceno disse...

Por enquanto só esses dos comentários, mas vou te mandar algumas coisas interessantes depois, mas, muito obrigado pela sua luta pela verdade, ainda há esperança de livrar esse planeta do estigma de ser um planeta prisão com seres de consciência baixa e esse trabalho de divulgação do paranormal que você faz e eu tentarei ajudar e tambem dar minha contribuição é um dos fundamentos desse processo de libertação.

Anônimo disse...

Partilho de suas convicções