sábado, 7 de agosto de 2010

O país de "Merlin"

Desde que me lembro por interessado em política, quando era universitário na PUC-RJ e líder estudantil (embora somente um democrata na luta pela volta das eleições, jamais um idiota violento, revolucionário guerrilheiro urbano) não vi nenhuma mudança no panorama nacional em termos de novos candidatos, exceto o "fenômeno" Fernando Collor" que , com um único vídeo de propaganda , mostrando sua família encharcada de chuva, numa canoa no Amazonas, conseguiu varrer do mapa todas as lideranças políticas e "caciques" do ramo, que já comemoravam uma vitória tranquila após a nova Constituição aprovada, como Ulisses, Brizola,Lula,Covas, etc, todos pegos de surpresa pela inesperada "performance" no "marketing político", de um candidato ainda jovem, de boa aparência e nível social, com família estruturada e conhecido como perseguidor dos "marajás".
Foi um baque dificilmente engolido por tantos setores majoritários e dominantes em nossa política suja , que só poderia ocasionar uma reação surda e na surdina , até que este elemento espúrio e mal vindo, fosse convenientemente expelido, por qualquer motivo ou causa que pudessem alegar.
Assim foi e se deu, à revelia até da lei maior, com a conivência do Judiciário que atropelou prazos e procedimentos, forçando a sua renúncia, porém, depois absolvendo-o.
Ora...se foi absolvido, por que não foi reintegrado no cargo?
Qual a principal acusação?
A de uso "lobista" do poder de seu "braço direito" PC Farias, coisa que hoje é natural, permitida e oficial no Congresso, com plaquetas distribuidas aos profissionais desta área de atuação junto aos políticos.
Mas a principal razão era o recalque e o ódio, pela vitória de quem era um "estranho no ninho" , um desconhecido, não comprometido com os esquemas dominantes, que chegou de repente, avacalhando com todos os projetos e ambições de grandes e poderosos grupos políticos, amparados por enormes interesses econômicos e patrocínios de campanhas.
Sinceramente, não me arrependo em ter votado nele no segundo turno e até fiquei muito orgulhoso ao vê-lo peitar as montadoras brasileiras, chamando nossos carros de "carroças", olhando de cima o presidente dos E.U.A e em outras participações internacionais, sempre com aquele "marketing" cênico do lutador de Karatê, bem melhor do que o eterno e repetitivo discurso sem graça de um certo "gremlin falastrão", que só comete gafes e se mete onde não foi convidado.
Se hoje se contradisse e até apoiou o Lula, o problema é dele, não meu e que se dane.
Pior do que o escândalo do "mensalão" e o "não sei e não ouvi nada" do Lula , não pode existir.
Estava computando e contando nos dedos, quantos anos passamos com o mesmo panorama político desde que tivemos eleições diretas.
O campeão de derrotas e tentativas de eleição não foi o diversas vezes eleito Paulo Malluf, mas sim o Lula, para todos os cargos tentados. Nos últimos 30 anos ele tentou de tudo. Tivemos nestes 16 anos mais recentes sua presença, disputando com maior chance a presidência da República, perdendo feio no primeiro turno para FHC duas vezes e , depois, vencendo o hipocondríaco funcionário de almoxarifado; José Serra.
Simplesmente nada aconteceu, minha vida passou e vejo perplexo a falta de opções que temos, apenas mudando em escalão menor, daqueles que nunca vencerão, como os candidatos de pequenos partidos; PSOl, partido Verde, etc.
Marina acabará como sua antecessora; Heloisa Helena, apelando até para citações bíblicas e apoio de evangélicos à causa comunista ambiental revolucionária,rsrsrs.
Triste a nossa realidade e total ausência de confiabilidade na classe política, avaliada pelo povo no mesmo nível de tantos meliantes criminosos, que nos oprimem e violentam nossa integridade moral.
Somos um país "virtual", algo criado por alguma "mágica azarada", de algum mago atabalhoado e doido, que não o Paulo Coelho, que de mago ou mestre não tem nada!
Quem sabe o próprio, famoso grande e insuperável; Merlin, depois de deixar a Europa, por alguma paixão despertada em visita a algum país de primitiva cultura paleolítica herdada como o nosso?
Talvez tenha absorvido alguma toxidade de mandiocas mal fervidas ou larvas não convenientemente mastigadas, em refeições coletivas com tribos índígenas.
Sei não, se resolveu se aprofundar no Candomblé e acabou perdendo sua patente espiritual, terminando seus dias vestido de palhas e máscara como Omulu.
Quais as instituições que merecem a maior aprovação em confiabilidade da população segundo as pesquisas?
As Forças Armadas e a Igreja!
Éramos felizes e não sabiamos...tenho de admitir...
Todos juntos, vamos, pr'á frente Brasil, Brasil, salve a seleção...

12 comentários:

sonli disse...

Collor nos convenceu com propostas de que seria diferente, acabaria com a roubalheira deste país.
Atualmente não vejo muita diferença entre ele e seus sucessores.
Vergonha!!!!

Homero Moutinho Filho disse...

Sonli.
O "bolsa familia" foi um golpe fatal contra a oposição e hoje temos milhões de endividados porque compraram TVs de 42 e mobílias, mas ainda acho que poderá dar errado o plano do governo Lula e vencer a oposição.

Sol disse...

Bom dia Homero!


Depois de Sarney, Collor, era uma luz no fim do túnel, muita gente já estava cansada de comprar pão, com preços diferentes a cada período do dia e acabou por acreditar em seu discurso de mudanças e esperança,infelizmente,
não soube "lidar", com as raposas velhas, que se apossaram do poder.

Por pura arrogancia e prepotencia, meteu os pés pelas mãos, falhas da juventude, creio eu, talvez porisso, não me surpreenda, que hoje, seja o candidato com mais chances de vencer as eleições, para governador nas Alagoas, o que me estarrece e assusta é, a aliança com o PT, quem mudou?

Percebo semelhanças entre Dona Dilma e Dona Zélia, a ex ministra, ainda não sei o por que, mas sinto isto e cada vez mais forte.

Infelizmente, estamos num mato sem cachorro,talvez porque, gente honesta, com princípios e boas intenções, jamais se sujeitariam a se elamear neste esgoto, que é a nossa política," Uma andorinha sozinha, não faz um verão".

Passadas as eleições, todos estarão trocando beijinhos, afagos e tapinhas nas costas, não me engano, alí, parece haver um acordo de alternancia no poder, como dizem os mais velhos, a m......é, a mesma , só trocam as moscas.


Solange

sonli disse...

Homero, não vejo luz no final do túnel. Penso que Dona Dilma/Zelia ( como diz a Sol) vai levar essa.
O Serra tem muita rejeição. O pessoal não vota pelo partido e sim pela cara do sujeito e quem o apoia, acham que se o Serra ganhar é o retorno do Fernando Henrique.
Onde moro ( Zona Norte do Rio de Janeiro) só se vê propaganda do PT e PMDB e esses apoiam a Baranga.
Que será de nosso país?
Eu e minha família conversamos muito em quem votar. Pesamos prós e contra e ainda não chegamos a um resultado, como se diz:
- Tá difícil!

Beth Salgado disse...

Homero, morei 6 anos em Brasília, trabalhei num orgão financeiro e convivi com políticos vários.
Foi ali q desisti de compreender e ter esperanças em relação à política.
Basta ver q os meus candidatos a Presidente não passam de 1%.
Não tenho cultura e estômago p falar sobre política.
Engraçado q vejo um lado bom, construtivo na política e gosto dele.
Na prática ele quase não existe. Assim, sigo apoiando os raros q conseguem praticar. E isso é quase invisível.

roy disse...

tudo isso e de uma tristeza incomessuravel !

Sol disse...

Boa tarde Homero!

É hoje, vamos ver quem cantará no ninho, o urubú ou o gavião, depois de se fartar o ex goleiro do timão, Felipe, saiu cuspindo e atirando no prato que comeu e que o projetou, não adianta, porisso, ainda acredito, que o melhor atleta tem que ser cria da casa, senão vira esta palhaçada, "neguinho insatisfeito" saí destilando veneno na imprensa.

Além do timão, hoje estarei torcendo pelo Grêmio, apesar de estar na ladeira abaixo, espero que pelo menos, complique um pouquinho para o Flú, afinal a "nossa" disputa no momento é, com o tricolor das laranjeiras.

Apesar de acreditar, que no blog não tenha papais como frequentadores, vai meu grande abraços e parabéns aos pais dos amigos e amigas ,em especial ao seu.

Solange

Sol disse...

Homero,

Voce não vai acreditar, mas minha tia/madrinha, resolveu nos fazer uma visita em pleno horário do jogo, tive que me conformar apenas com espiadinhas, mas valeu Timão! só um pontinho nos separa da liderança, ah, se não fosse aquele juiz cegueta,que só marca penalti, quando o zagueiro arranca a perna ou a cabeça do atacante.

Só um comentário sobre o Flamengo; não gostei daquele uniforme, num primeiro momento, achei que o timão jogava com o São Caetano.

Solange

Anônimo disse...

Homero, acabei de chegar em casa, e fui ver o resultado da nova pesquisa para presidente, que tristeza!!
Você acha mesmo que a oposição pode ainda levar essa??

Homero Moutinho Filho disse...

Esta eleição só será decidida no segundo turno.

Anônimo disse...

Decidida no segundo turno?? mais qual será o lado vencedor??
a jusiça eleitoral proibe esse tipo de assunto na internet??
Fazer previsões para os candidatos?

Homero Moutinho Filho disse...

Acho que a Dilma perderá no segundo turno.