segunda-feira, 23 de dezembro de 2013

"Feliz Natal"? Ou "algo" mais precioso?

Natal é uma oportunidade festiva mundialmente adotada e inserida em nossos costumes, os mais diversos e antagônicos, porém, sempre inspirados na cultura europeia, historicamente dominante. Se bem que Jesus não nasceu nesta data, como cansei de explicar, mas foi escolhida por "marketing" da Igreja católica para conciliá-la com uma festa pagã romana, do Sol "invictus", quando senhores e escravos confraternizavam e os pobres ganhavam presentes e iguarias.Portanto, sempre foi para mim uma data como outra qualquer em nada significativa ou importante em minha vida, pelo contrário, enjoativa e sem atrativos, porque pautada pelas falsas aparências e consumismo incontrolável.Muitos compram, bebem e comem, nada condizente com uma data religiosa dedicada ao nascimento de um homem santo, que foi um "nazireu" do templo judaico, acostumado a jejuns e votos de pobreza e castidade. Mas, de repente, sempre uma vez ao ano, as pessoas se sentem envolvidas pela parafernália consumista e publicitária natalina, passando a "pisar em nuvens", sentirem os mais elevados sentimentos e praticarem filantropias, bem ao gosto meloso de "olhar para quem necessita" antes de olhar para o seu umbigo burguês. Nada disso...não é por aí que a humanidade deveria caminhar. Não os culpo por suas expectativas em poderem usufruir e curtir um momento de união familiar, sem esquecer nos muitos solitários que não lidam bem com a solidão, principalmente nestas datas e reunião íntima. Não é o meu caso, pois curto bastante a solidão e o afastamento destas ocasiões, para mim, um fardo e mal estar completo em companhia, mesmo se entre entes queridos. A reunião familiar deveria ser um ato cotidiano, não esporádico ou circunscrito a um momento ou evento oficial! Aqueles filhos que passam o ano distantes, sequer compartilham momentos de alimentação, refugiados em seus mundinhos paralelos da Internet e vídeo games, subitamente estão ali, esperando presentes debaixo das árvores. Alguns até juram acreditar no velhinho simpático e rosado. Parentes que nunca se deram bem também partilham a mesma ceia e trocam abraços regados ao sabor etílico do momento.Mas e daí? O que esta data teria de mais precioso aprendizado ou constatação para nós, para o nosso interior e mais intimo? O que deveríamos aprender e perceber, aproveitando esta compulsão coletiva inconsciente? Talvez concluirmos que devessemos ser o ano inteiro o que tentamos aparentar ser por um dia e sermos ruins exatamente nesta data, a ponto de percebermos a farsa e o engodo, a hipocrisia e a infâmia do "sentimento natalino". Um feliz natal, para todos que fazem autenticamente o mesmo que anualmente sentem em seu cotidiano e não somente nesta data!

14 comentários:

Nininha disse...

Homero, confesso que eu também me sinto bem só, independente da data, mas sabe como é você começa a receber os votos de Feliz Natal de um e de outro, e acaba fazendo o mesmo, quanto as festas Natalinas penso como você, eu costumo dizer após o Natal, sobrevivi, infelizmente família reunida acaba em briga principalmente as grandes, é um que bebe um pouco a mais, e começa a falar as suas verdades, minha família é pequena, mesmo assim nem todos se reúnem, no final dá certo, e novamente para não perder o ritmo, Feliz Natal para todos do Blog.

Anônimo disse...

Concordo com tudo e desejo, independente da data, paz, saúde, tolerância e muito amor a vc e todos companheiros deste blog, hoje e sempre!!!

Bjs

Andréa

Sol disse...

Homero, fiz um comentário, só não sei se foi enviado, então, aqui vai apenas um resumo:
Nesse caso (Natal), não adianta irmos contra ou tentarmos explicar a verdade por trás dessa data, o "povo" irá nos acusar de hereges, ateus e o escabau, correndo inclusive o risco de sermos lançados numa fogueira, como na idade média, então, para evitarmos estresse desnecessário, relaxemos! respiremos fundo, é apenas uma vez por ano mesmo e vamos sobreviver á tudo isso né não?!.
E seguindo á maré: desejo á voce e a todos;
Ótimo Natal!

Bjs

Sol

Shadow disse...

O Natal me remete e sempre nos remeterá - a todos - à infância, a um momento único de nossa vida um dia habitado pelo Menino Jesus, Papai Noel, fadas, duendes... Sei que a nossa realidade não é fácil: pessoas morrem em guerras injustas, crianças passam fome até nas grandes cidades, a violência está em cada esquina... mas... existe um dia, um único dia onde a gente volta a acreditar na magia, no amor e na fraternidade... e por isso... só por isso, esse dia vale muito a pena.

O resto dos dias? Com os ensinamentos, a fé e a esperança desse dia mágico procuro viver os 364 dias do ano restantes. Faço o que posso e o que está ao meu alcance, mas sem perder o encantamento e a crença no que está por vir, apesar dos duros golpes que a vida sabe nos dar.

Feliz Dia de Natal e um 2014 de muita luz a você e todos que por aqui passam! Abraço em cada um!

Shadow

Anônimo disse...

Ninon disse:

Feliz Natal a todos!

Quem não está conseguindo encontrar o Livro: ASSASSINATO DE REPUTAÇÕES do Dr. ROMEU TUMA JR. nas livrarias, aqui está o link do e-book:

http://www.amazon.com.br/dp/B00HHI08NW

Este livro revela o "Modus Operandis" do governo do pt, que fabrica dossiês para acabar com a reputação de quem não se alinhar ao pensamento torto deles, da oposição e de quem ousar a denunciar os crimes por eles praticado. O Dr. ROMEU TUMA JR. foi Secretário de Justiça do desgoverno lula e agora que está aposentado, escreveu o livro para abrir os olhos da população, porém quase ninguém está encontrando o livro nas livrarias, já que não há interesse do PT em que o povo descubra os crimes de estado praticados por eles e pelo foro de são Paulo, (a associação de esquerda fundada por lula e fidel castro em 1989, mais as 150 organizações narcotraficoguerrilheiras (Farc's, tupamaros e todos os governos esquerdistas da América Latina, América Central, agora o presidente iraniano, etc. e tal). Isso é grave, muito grave nos dias de hoje, pois o governo do PT opera uma democradura comunista e não uma democracia, Isto é um alerta, pois estamos ferrados como brasileiros neste país.

Desculpe-me Homero, mas é meu dever repassar isso:
http://www.lobaoentrevista.blogspot.com.br/

Ninon - Curitiba

Zenobia Collares Moreira Cunha disse...

Homero, concordo inteiramente com seu texto. Preferi passar a noite do Natal sozinha, comendo pipocas, enquanto ouvia boa música.
Não iria me sentir feliz nos dois jantares natalinos para os quais fui convidada...
FELIZ ANO NOVO. Um abraço amigo de Eva

Anônimo disse...

Infelizmente as pessoas preferem ser massa e se "confraternizarem" mesmo não crendo nas datas.
Fazê o que?

Que venha 2014 e tudo se repetirá e se repetirá........até o fim. É mais cômodo.

Anônimo disse...

Tá preparado Homero?

2014 vem aí e como ninguém está preparado ou pré-disposto pode apostar que vem chumbo grosso do espaço. Boas Festas enquanto podemos pois logo logo esse mundo vai virar de pernas pro ar.

Abraços

Anônimo disse...

Ano de 2014 no Brasil:

Março - Carnaval,
Abril - Semana Santa,
Junho - Copa do Mundo,
Outubro - Eleições.

Então até 2015 aos que sobreviverem a esses FERIADOS TODOS!!!

Sol disse...

Olá Homero,

Sei, que "pra" voce, 2013 foi um ano com muitas batalhas, mas sei também, que as enfrentou com coragem, lucidez e muito bom humor, porisso, quero lhe desejar um 2014 mais tranquilo, sem os perrengues e a tal "burrocracia" que lhe atrapalhou a vida nesses últimos meses.
Desejo-lhe muita saúde, (dim-dim) e acima de tudo, continuarmos juntos nesse ano que se inicia.

Bjs

Anônimo disse...

COLOQUEI COMENTÁRIO POST ABAIXO

ALO HOMERO

desejando um feliz 2014 a todos q

passarem por aqui

estaremos juntos n ano q se inicia

LIA POA RS

Anônimo disse...

apesar de tudo foi um ano bom

pelo menos p mim com saúde e paz

estamos no inicio de um outro q

dependendo de nossas atitudes

será melhor ou pior q este ano q

se finda um grande abraço a todos

Anônimo disse...

Feliz ano novo Homero... que sua vida seja coberta de bençãos, em nome de Jesus...Abraço...

Homero Moutinho Filho disse...

Agradeço aos amigos e retribuo os votos de um ótimo 2014 para todos nós!