sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Ela se foi...




Enquanto estava no Rio de Janeiro cuidando dos meus pais, a cadela matriarca ficou deprimida e teve anemia. Já estava muito velhinha. Os antibióticos e vitamina não puderam salvá-la. Ela foi abandonada na rua prenhe de 9 filhotes e, numa tarde, escolheu o meu portão para ficar sentada me olhando fixamente, quando eu ia sair para fazer compras no supermercado. A veterinária calculou pelos dentes, que ela tivesse entre 6 e 8 anos, isso em 2006. Logo, deve ter morrido com, no mínimo, mais de 11 anos.
Teve 4 ninhadas seguidas, quase 40 filhotes, foi a mãe e avó devotada de todos, exceto do cão "Booty" com quem cruzou primeiro.
Adeus "Minie", minha linda!

21 comentários:

Lais disse...

olá Homero,
sinto pelo sua cachorrinha,pelo menos foi feliz com voce
por outo lado o que é possivel fazer com a enfermeira de Goianis que matou o yokshire de pancada,vi o video coisa horrorosa

Oliveira disse...

Como é bom gostar e cuidar bem dos nossos bichinhos, o olhar deles de carinho e amor e a retribuição desses sentimentos "não têm preço", mas quem sabe se esse acontecimento não seja apenas um até logo "Minie", minha linda!, quem sabe?
Um reencontro em uma outra existência? Ou talvez nessa mesma?

Um grande abraço!

silvia disse...

Homero
Nos que cuidamos e amamos nossos animaizinhos como filhos, podemos entender o quanto você está sentindo pela perda da Minie. Lembro daquela velha frase:-Se um torrão de terra cair ao mar a Europa ficará diminuída. Um abraço.

Marcos A. disse...

...Homero, lamento muito esta separação...a gente sabe sempre que este é o destino de todos mas sempre ficamos naquela de que ainda temos o que fazer aqui...por certo ela está em um lugar muito bom pois cumpriu seu papel com louvor e teve um ótimo dono nesta etapa da vida...mas tu sabe que de verdade não morremos então sim, ela esta viva...só que em outro plano...quem sabe um dia vcs se reencontrem...mas sei que tu sabe que ela agora vai evoluir ainda mais...que Deus a guarde em bom lugar.

Anônimo disse...

Sinto muito! Como é triste a despedida sem volta de nossos animais tão amados. Um membro da família.
Ela era muito linda e nota-se que, muito bem tratada e embelezada.
Em relação à safada da enfermeira e a todos que vem maltratando os bichinhos, são os mesmos que maltratam e matam crianças e os idosos. Não merecem nem o ar que tanto necessitam para respirar, nem a água para viver e nem o pão que o diabo amassou.
Abs,
Cristina-RJ

Homero Moutinho Filho disse...

Nem pude postar nada sobre a enfermeira psicopata, que matou aquele cãozinho e não teria o que comentar, diante de algo mais importante e urgente para mim, que foi a morte da "Minie".

Neste momento, estou aprovando comentários nas pausas para descansar, enquanto cavo uma sepultura no quintal da casa para ela, pois ela escolheu onde se abrigar, viver e morrer. Será parcialmente incinerada aqui, por questões sanitárias e sepultada, perto de uma outra paixão minha, que morreu aos 12 anos.
Outros tantos, dezenas de cães e gatos, foram sepultados por mim em áreas verdes circundantes.
Meus animais eu mesmo trato de enterrar com dignidade, não importando a dureza da tarefa.
Devo terminar o trabalho somente durante a madrugada, para evitar a putrefação. O local é extremamente duro, com raízes de duas árvores de 15 metros de altura, pedras e pedaços de tijolos enterrados durante a obra, precisa ser cavado bem fundo, porque é exatamente (do lado de dentro), pertinho do portão da minha casa, onde a encontrei abandonada, sentadinha, pedindo ajuda. Sempre que entrar em casa com o carro, me lembrarei dela. Pode até parecer meio "bizarro", mas não a jogaria no lixo e aqui não tem cemitério para animais.

Homero Moutinho Filho disse...

Agradeço a todos pelo carinho.

Nininha disse...

Homero, eu estava sem sono e resolvi vir até aqui, estranhei vc não responder a nenhum comentário dos seus leitores, vc termina o post dizendo "minha linda", e era bem linda mesmo, meus votos de pesar, só quem já passou por isso sabe o que é e eu já passei, mas ela foi muito amada, isso é o que importa. Bj

Homero Moutinho Filho disse...

UFA! 04:10 da madrugada e só agora terminei de enterrá-la.
Tive de vestir sacos plásticos nos meu pés até acima do tornozelo, atados com fita 3M, porque sou extremamente alérgico a picadas de insetos, quanto mais os noturnos, rsrsrs. Na falta de gasolina para queimar tudo , usei o álcool, jornais e esperei um tempo para queimar bactérias e etc, e então a enterrei.
Tudo bem! Poderei dormir agora. Extenuado, quase morto, mas satisfeito, por ter cumprido minha obrigação.
Uma se foi, terei mais 15 para enterrar, se não morrer antes deles...pois é...

Anônimo disse...

Homero

meus sentimentos, pois p quem gosta de seus amigos de quatro patas, estas tarefas são dolorosas mas são necessárias se todos pensassem como vc nosso planeta estaria numa condição melhor

mas chegaremos lá com certeza

sol disse...

Bom dia Homero,

Sinto muito por sua perda, sei o quanto é triste, bom seria, se pudéssemos eternizar a todos que aprendemos a amar.

Como escreveu, ela partiu, mas enquanto viveu, te fez companhia, foi bem tratada e deixará saudades com certeza.

Solange

Shadow disse...

Boa noite Homero,

Os cães tem o dom de nos ensinar o que é a amizade e ser fiel, e além disso, de nos mostrar a finitude da vida, já que eles - via de regra - se vão antes que nós.

Um forte abraço

Anônimo disse...

é Homero

saudades ficam e tbm os filhotes q são uma continuação dela, q certamente foi muito amada

mudando de assunto como estão seus pais se adaptaram bem a casa de saúde onde estão?

sonli disse...

Homero, imagino o que estais sentindo. E muito triste perder a quem amamos e nos retribui com gestos e olhares de adoração. Como nos faz sentir importamte!
Perdi o meu Iaguinho com 15 anos há 3 anos. Como me faz falta!
Me sinto tão só ...

Oliveira disse...

Homero,

Desculpe-me por usar esse espaço para esse comentário.

Marcos A.

Hoje, novamente eu comi peixe grelhado com molho de laranja, nem Neymar, Ganso, e os outros bichinhos do “Santos” deram jeito, que goleada (foi um banho), como eu me orgulho de ser Barça! Primeiro meu "Mengão", agora meu "Barça", adoro peixe, KKKKK!

Existe vida em outros planetas.

http://globoesporte.globo.com/futebol/mundial-de-clubes/noticia/2011/12/sonho-do-tri-santista-e-esmagado-pelo-futebol-extraterrestre-do-barca.html

Marília Bahr disse...

Tenho muitos cães amigos(em casa e na chácara). Sei o que é esse sentimento que aflora em ti. Abraço de carinho!

Oliveira disse...

"Vizinha que gravou espancamento de
cachorro dá detalhes sobre a violência"

http://noticias.r7.com/cidades/noticias/vizinha-que-gravou-espancamento-da-detalhes-sobre-a-violencia-contra-o-animal-20111218.html

Marcos A. disse...

...Oliveira coitados!!!foi um massacre.

Anita disse...

Homero, ela partiu mas teve aqui com vc muito amor e carinho. Isso é o que vale!
Aproveito já pra te desejar um descanso reconfortante, neste tempo de festas.

Como vc indignada até o caracú por essa "enfermeira" que matou sua cadelinha. Revoltada em ver como há coisas que parecem virar moda idiota. Tomara que seja punida por um Juiz que entenda que as leis escritas tem tb uma alma.

Um abraço!

Anônimo disse...

Hôome, sei tua saudade, nunca vi amor maior que o de um cão para comigo. Honestamente!

Selena Santos

Anônimo disse...

Hôome, sei tua saudade, nunca vi amor maior que o de um cão para comigo. Honestamente!

Selena Santos