domingo, 2 de janeiro de 2011

Ahhh...Michael Jackson!

Era outubro de 1974, no estúdio e com o engenheiro de som com quem os Beatles gravaram em Los Angeles. E eu lá , gravando meu "demo" para quem me contratou, a Motown Records.
Diana Ross e as Supremes , muito drogadas e se amparando nas paredes do corredor do estúdio de gravação com um garotão negro de nariz chato, que depois soube que era o Michael Jackson, o do nariz afinado e outra cor de raça depois.
Todos eram meus vizinhos de prédio de condomínio e bairro.
Fui para Los Angeles depois que abandonei uma carreira promissora de advogado num famoso escritório com clientela de mais de 60 das maiores empresas do Brasil e decidi me dedicar à minha paixão anterior de festivais de MPB e por tudo que passei em gravadoras e programas de TV aqui, até rasgar meu contrato com a Polygram e mandar todos à ...

Enquanto fazia meu curso de maestro e arranjador na Sherman Academy, conheci este pessoal todo, desde os mais famosos aos menos então, que me aporrinhavam querendo aprender como tocar "bossa nova" na guitarra, como fez o ídolo guitarrista de "shaft" na década de 70, que criou aquele efeito especial na guitarra; "Wha-Wha-Whatson", meu amigão e vizinho de apartamento em West Hollywood.
Seu "patrão" o maestro Barry White, simplesmente deixou o seu "cadilac" descer a rampa da garagem do nosso prédio e a destruiu! KKK.
Depois , em Beverly Hills , outros considerados "ídolos" foram também meus vizinhos lá.
Michael Jackson foi sim, uma genialidade em histrionismo, voz e expressão coreográfica em cena.
Nada a contestar quanto a isso, somente um sentimento de pesar, sobre os seus rumos e deteriorações físicas, que o transformaram num ser bizarro! Num ser envolvido com Pedofilia e consumismo irresponsável, pelos vídeos mostrados em vários programas.
Sinto muito meu garoto de antigo nariz chato e carinha indefesa, que se escorava em sua "tia" a Diana Ross, mas é isso que eu vejo de você depois de tudo e de sua morte.
"Dig it?" (sacou ?)
Pois é...

22 comentários:

lauromariah disse...

Caro Homero,

Terminei de assistir o Michael, o cara é (era) genial no que fazia, independente da parte pessoal - ai concordo com voce, irresponsável.
Aliás,o que é aquelas guitarras - notadamente a loura: fantásticas.
Abs, sempre que posso, passo para uma leitura.

sonli disse...

Homero, quantas lembramças! Já percebi que viveste intensamente. é isso que vale a pena, que levamos desta vida.
Já pensaste em transcrever estas tuas memórias para um livro?
Pelo que contas, seria uma boa leitura e muito cativante, com estórias verídicas.

Anônimo disse...

Homero, naquele dia no estúdio, eles também se drogavam na sua frente "sem cerimônias" ?

Abs, Feliz Ano Novo !!!
Marcos.

Homero Moutinho Filho disse...

Marcos.

Lá o pessoal vivia drogado nas gravações e em todos os apartamentos havia drogas nas mesas para as visitas e nas festinhas. O consumo era livre, até parecia que era permitido por lei. Eles até estranhavam quando eu recusava, apesar de já ter consumido maconha por um breve tempo no Brasil.
O próprio "xerife" chefe da polícia de Los Angeles trouxe um pacotão de maconha para o apartamento de umas vizinhas minhas brasileiras, uma era amante dele, antes de sairmos para um passeio. Meu maior amigo e "irmão" foi um cantor brilhante , ex-produtor do "We are the world" que se perdeu nas drogas e os pais tiveram de vir de Detroit para buscá-lo. As drogas faziam um estrago danado e prejudicaram muita gente talentosa.

Homero Moutinho Filho disse...

Sonli.

Tenho material para mais de um livro sim, mas acho que seria processado por muita gente famosa, daqui e do exterior, rsrsrs.

sonli disse...

Homero, usa nomes fictícios, mas não deixes que esses momentos vividos por vc se percam no esquecimento.
Tudo vale a pena, e vc viveu, presenciou, são as suas memórias, a sua vida e pelo pouco que vc postou vai se tornar um best seller.
Coragem!!
Já estou ansiosa pra ler.

Richard disse...

Esse documentário que passou ontem do Michael é ótimo, recomenso.

Anônimo disse...

Ola!! Homero,

Vc me deixou mais curiosa do que já sou, no que se refere a Michael Jackson, então; tenho algumas perguntas, pode ser???

Qdo vc diz, Diana Ross e as Supremes, muito drogadas... Quem "dragadas"? Diana e Supremes ou só as Supremes?

Vc fala de Michael com nariz chato e depois nariz afinado... vc conviveu com ele? Conviveu com ele com ambos narizes? ou apenas de longe, e tem sobre ele somente ideias subjetivas derivadas da midia?

Qdo vc diz:garoto de antigo nariz chato e carinha indefesa, que se escorava em sua "tia" a Diana Ross... por que vc colocou entre aspas "tia"? alguma conotação embutida nessa atitude?

Vc chegou a ver Michael se drogar? ou o viu drogado?

Só pra terminar...sempre tive uma concepção negativa do termo "histrionismo", mas depois de sua colocação, "Michael Jackson foi sim, uma genialidade em histrionismo, voz e expressão coreográfica em cena" chego a conceber este termo, como adjetivo positivo kkkkkk Quisera eu ser um ser Histriônico como Michael Jackson.(estou até pensando, que nele, histrionismo, não foi um transtorno de personalidade, foi ou é excesso de genialidade, exceso de caridade, excesso de capacidade e perfeccionismo etc etc...)Quer saber?? pelo pouco que sei sobre Michael, daquele garoto com carinha de indefeso(como vc diz)se tornou alem de simplesmente o "REI" do pop, se tornou tbm um maiores empresarios, atraindo para si, a ira de outros grandes empresarios concorrentes, chegando até a ter seu nome envolvido em pedofilia ou até mesmo culminando em sua propria "morte".

Obrigada pelo espaço, e ficaria mto feliz se houver resposta.
ABS
Bethina

Homero Moutinho Filho disse...

Bethina.

Eu não convivi com o Michael porque ele era um garoto ainda e eu já tinha 25 anos. Só cruzamos na gravadora por coincidência. Ele não estava drogado, quem estava se escorando nas paredes eram as Supremes e a "tia" é como ele a chamava, porque ela o "adotou" como tal e ele passou a morar com a Diana. As cirurgias dele só começaram anos depois, quando eu já havia voltado para o Brasil. Ele adorava a Diana e queria ficar parecido com ela. Tinha complexo por causa do nariz achatado que os irmãos gozavam.
É só o que eu sei sobre ele.

Homero Moutinho Filho disse...

Complementando.

Quem me apresentou ao Michael e às Supremes foi meu parceiro de música, o cantor e produtor Michael Campbell, que era meu vizinho.

Carminha BJP BR disse...

Homero ,

perdoe minha ignorância e indiscrição. Mas deixe a sua modéstia de lado e cite ou coloque links das músicas que compôs.

É pedir demais (?) ... por favor !

Anônimo disse...

"É só o que eu sei sobre ele"
Homero, você lê muito tablóides!
de outra maneira, como você "saberia" que Michael Jackson queria se tornar parecido com Diana Ross?
Aff!

Homero Moutinho Filho disse...

Errou.

Eu nunca me interessei em ler nada sobre o Michael Jackson.

O que eu sei foi meu parceiro de música Michael Campbell e outros músicos que me contaram.

Homero Moutinho Filho disse...

Carminha.

Eu já postei alguns links em arquivos mais antigos. Na Internet tem tudo sobre mim, digitando meu nome completo no Google, inclusive os links das gravações disponíveis.

Verei se encontro alguns que postei.

Mas tente digitar meu nome + Síncope Universal
ou
+ Masculino Feminino
ou
+ O violeiro
ou
+ Alice
ou
+ Claridade
ou
+ Festival Universitário TV Tupi
ou
+ Festival Internacional da Canção TV Globo
ou
Erasmo Carlos + Masculino Feminino

ou
A 300 kms por hora + Roberto Carlos + Masculino feminino

ou
O Violeiro + Jair Rodrigues e quarteto novo

etc e tal, e mais, que aparecerão aos montes entre milhares de referências no resultado da pesquisa do Google fora outras atividades minhas.

Anônimo disse...

Gostoso ler suas histórias!Como disseram,vc poderia escrever um livro mesmo,tantas experiências ricas...
Mas do jeito que sou louca por animais,na verdade acho que iria adorar é a parte onde vc contasse sobre o hoje.
A parte onde falasse sobre histórias suas com seus cães e essa sua vida "de ermitão",como vc fala,rs.Isso tb deve ser muito rico!

Anônimo disse...

HOMERO,

Gosto de você e admiro tudo que escreve, porém, sinto muito em replicar: discordo totalmente de você!!! Não compro essa sacanagem de que Michael Jackson era pedófilo!!! Você viu??? Então se não viu meu caro, não gravou nenhum vídeo etc; cale-se. Acho um horror, uma crueldade quando o ser humano diz as coisas sem ter provas.

SELENA SANTOS - THE-PI

Homero Moutinho Filho disse...

Selena.

O que deu em você???
Surtou???
Eu só disse que ele se envolveu em acusação de Pedofilia, coisa noticiada pela mídia do mundo inteiro, pela qual foi processado!
Ainda diz para eu me calar???
Com que direito?
Não gostei viu?
Controle-se!

Anônimo disse...

HOMERO,

Não estava descontrolada, apenas enche o saco essa mídia de mierrrrda escortiar uma pessoa para vender tablóide. Tudo tem limite!!!! Desculpe-me se passei do ponto, é que vc reproduziu e li (erroneamente?!), mas vou reler seu poste, mas nao agora; amanha. Admiro-te sem nem te conhecer pessoalmente, apenas pelo tempo que acompanho sua tribuna.

sem mais
SELENA

Sol disse...

Boa noite Homero,


Minha conexão , está com uma tal de comutação, já ouviu falar?, pois é, foi esta a explicação da Telefonica, todas as vezes que chove, a net só funciona, se tiro o telefone do gancho, assim não dá!

Quanto ao Michael, assisti ao reprise, uma ótima maneira de matar a saudade, uma pena ter partido tão cedo, relembrando outros ídolos, chego a conclusão, que a fama para eles, trouxe consigo, uma maldição.

No caso específico de Michael, depois de sua morte, é que descobrimos o quanto estava doente, mas, pensando friamente, nunca imaginei Michael Jackson velhinho, sempre pensei nele como um menino ou adolescente, acho que esta, é a sina dos mitos jamais envelhecer

E agora, estou assistindo Chico Anysio, sei que está muito mal, ainda bem, que estão lhe prestando esta homenagem, muito merecida por sinal, foi e é, o maior criador de personagens da Tv.

Solange

Homero Moutinho Filho disse...

Selena.

Até estranhei de sua parte que sempre me quis bem esta crítica infundada, porque eu especifiquei no texto não ser opinião minha mas ; "pelos vídeos mostrados em vários programas".
Tudo bem.

Homero Moutinho Filho disse...

SOL.

Já te disse para largar a Telefônica e usar a Internet via rádio! Tem ai em Sampa!

Sol disse...

Vou me informar a respeito, preciso saber, se há oferta do serviço na minha área.

Estou cansada de pagar por um serviço meia boca.

Solange