quinta-feira, 29 de julho de 2010

"Escrito nas Estrelas" (4)



http://diversao.terra.com.br/tv/noticias/0,,OI4588364-EI15540,00-Escrito+nas+Estrelas+Ricardo+conta+que+Daniel+nao+e+seu+filho.html

Tudo que venho antecipando desde o início desta novela e mais recentemente nos textos dos dias 13 e 14 de julho, tem se encaminhado para um bingão", apenas por dedução lógica e conhecer o assunto da trama novelesca.
Embora os "segredos" sobre os "bastardos" e os verdadeiros pais ainda não tenham sido totalmente revelados, cedo ou tarde serão, como o de que Vicente é o pai de Daniel, a médica Jane também tem um segredo e pode ser ligado à sua filha que talvez não o seja do ex-marido e sim do Ricardo, como também penso que terão alguma participação mais importante aquela prima da Mariana (após realizar os exames genéticos que solicitou e podem ser trocados com os da Viviane) e outro provável da empregada Antônia.
Que o assassino do Cassiano foi o Daniel em outra vida, apesar de ainda não terem revelado e que o destino será o de Ricardo e Viviane terem a chance de completarem o romance interrompido pela fatalidade, não tenho a menor dúvida, não importa o que a autora faça para sempre deixar para depois, em virtude da intenção da Globo em prolongar a novela que terminaria em setembro. Aos poucos a verdade será revelada pelos "anjos" ao Daniel, pois ele já está sentindo o mesmo ciúme que tinha por Valentina (Viviane) embora não entenda a razão de não aceitar qualquer hipótese de um romance entre ela e Ricardo (Cassiano) nesta vida.
Não se iludam pela "integridade" da doutora Jane, pois, ao se sentir na iminência de ser rejeitada, poderá surpreender, tentando, por exemplo, sabotar os exames.

Vicente é pai de Daniel mas eles não sabem pois a esposa falecida não teve tempo de revelar o nome do pai verdadeiro. Outras surpresas poderão vir do passado do pai e da mãe da Viviane, ligando-os a alguém da mansão, como, por exemplo, a Antônia.
A ganância da Globo em prolongar uma novela que vem dando certo em audiência, quase empatando com "Passione", poderá estragar um enredo bem alinhavado, que precisará ser artificialmente esticado.

10 comentários:

Sol disse...

Bom dia Homero!

Pintou um "clima" entre Beatriz e Gilmar, já imaginou "o casal trambiqueiro" que sairá daí? ,ainda acho, que ele é o verdadeiro assassino de Cassiano, só isto explicaria a sua ganancia e as maldades que apronta com Viviane, Daniel seria sim apaixonado por ela desde a "outra" vida, mas como é do bem, não seria capaz de cometer um crime, nem mesmo por ciúmes, pelo menos assim espero.

A novela está sendo tão bem escrita, mesmo que estiquem um pouquinho não perderia sua essencia, mas creio que terminará na data certa, vem aí Araguaia, pelas fotos, vi que também promete,principalmente, porque fugirá do eixo Rio-SãoPaulo.

Agora, estou pegando " uma birra" de Toto, como bem diz seu apelido é, um cachorrinho, não me lembro de um personagem de Tony Ramos tão tapado, acho sua personalidade uma incógnita pois, quando provocado é, tomado de uma ira assustadora, torna-se cruel principalmente com as palavras, Tia Gema,é a raposa meia burrinha, faz tanto barulho, que acaba por assustar a "galinha Clara", Adamo, o vermelho, acredita que "sua Francesca" deixou os maus costumes,"Santa Burrice, Batman!!!" onde já se viu? Agostina, tem um marido, que ninguém confia, só ela que se faz de desentedida, poxa! o núcleo italiano, não deveria ser tão ingenuo assim, me cansa!

Solange

Marcos disse...

Homero, comparando as 2 novelas espíritas da Globo, A Viagem(1994) com esta, me dá a impressão que Escrito nas Estrelas foi feita para o público adolescente, o vilão trapalhão tem um plano surrealista,
Jayme Matarazzo, não convence como ator, Nathália Dill, também iniciante, essa sim, está dando conta do recado. O campo de golfe usado como o Além em "A Viagem", me parece mais realista, do que todos os efeitos especiais do Além de "Escrito nas Estrelas". Já não se fazem novelas como antigamente, parece que os autores de novela emburreceram.
Abs.

Homero Moutinho Filho disse...

SOL.

Duelos não eram considerados crime na época do Cassiano, portanto, o Daniel poderia tê-lo assassinado sem precisar ser um criminoso ou ter uma alma com esta tendência. Ele veio com o sentido de "missão social" nesta vida, justamente para resgatar a culpa por uma vida passada na qual ele era um fanfarrão irresponsável e galante. Grandes figuras beneméritas não foram sempre "santinhos" e,geralmente, estão pagando "karmas" passados, que assumiram voluntariamente ou não, no plano espiritual resgatar, antes de reencarnnarem, mas não se lembram nesta vida.
Já os casos do Gilmar e da Beatriz, são diferentes. Eles têm espíritos que não evoluiram em outras vidas passadas e tendem a repetir as mesmas falhas de caráter de sempre, porque não aceitaram ir para outras dimensões e ficaram muito presos aos interesses do plano terrestre, reencarnando sem esclarecimento nem arrependimento.

Sol disse...

É, me esqueci deste detalhe, duelos não eram considerados crimes, mas mesmo assim me custa ver Daniel como um assassino,apesar do ciúmes que sente de Viviane, se matou Cassiano, matou por um amor não correspondido.

Estou numa dúvida,achei que a esposa de Ricardo também tivesse morrido num acidente de carro e não ao cair da escada.

Beatriz e a mãe, apesar de maldosas são divertidas, comerão um cortado com o Dr. Vicente,ele já percebeu que de boas samaritanas as duas não têm nada.
Gilmar com a dondoca formará um bom casal, um tentando passar a perna no outro, uma versão para ligth de Clara e Fred.

Solange

Homero Moutinho Filho disse...

Marcos.

Lembro vagamente da "Viagem", apenas dos cenários e algumas partes, parece que foi com o Antônio Fagundes, não?
Apesar da boa trama desta "Escrito nas Estrelas e do ótimo desempenho do Humberto Martins e daquele que interpreta o "Gilmar", as cenas do plano espirtitual são inverossímeis, quase ridículas, com o Carlos Vereza (Athael) ,usando echarpes de sêda e roupas do século XIX, sempre com a mesma entonação de voz pausada e monótona de outras novelas, a mãe do Daniel com vestidos brancos medievais esvoaçantes, o ator das "cotas" raciais, roupas de escravo de senzala , repetindo o mesmo clichê da novela "cabocla" em que atuou anteriormente, falando com gírias de morros cariocas, um horror de erros, visando quebrar tabus como os dos Anjos e querubins europeus de olhos azuis e por ai vai a política de "inclusão social" da rede Globo. Se querem quebrar tabus e estereótipos, então coloquem os anjos vestidos de preto e não de branco como sempre , para contrariar todas as doutrinas religiosas que estabelecem o branco como a cor da pureza, luz e evolução espiritual.
A trama é boa e o par romântico está agradando, porque o Humberto Martins, além de ótimo profissional, que se "veste" totalmente cada personagem diferente, tem cara e postura de macho , (coisa que nenhum ator da nova geração tem) e a Natália tem uma fotogenia ideal para o papel.

Sol disse...

Eu sabia que não seria a única a perceber isto,aquele cenário faz com que muitas pessoas queiram bater as botas, tudo muito limpo, lindo, "anjos" cantando, um sonho bom!!!

Cheguei a comentar com a minha mãe, o anjo de Daniel deve ser um antigo morador da favela onde ele criou o seu projeto social, só isto explicaria a simplicidade em sua caracterização ou então, ainda não alcançou evolução espiritual que lhe permitisse vestir como um "mestre", a vestimenta, não é um sinal de status numa hirearquia?

Quanto ao Carlos Vereza, ele é assumidamente espiritualista, já fez várias peças com o tema, acho que já incoorporou o estilo,voz baixa e mansa, temos por cultura religiosa acreditar, que todo ser santificado ou espiritualizado jamais altera o tom de voz.

Solange

Homero Moutinho Filho disse...



SOL.
O Vereza é espírita, porém judeu. Ele sempre interpreta daquele jeito todos os personagens, inclusive no teatro. Aquela postura recolhida e cabisbaixa é por causa de uma espécie de artrose na nuca.
Espíritos não têm aparência nem vestimentas, só luz, são iguais a "olhos de pena de pavão". Assim os videntes evoluídos os enxergam. Qualquer imagem física ou cenário é uma simulação, uma projeção mental no plano astral, para ajudar os desencarnados a se sentirem amparados por entes queridos que se foram.
Se o rapaz "anjo de guarda" do Daniel não tem evolução suficiente então não poderia ser seu protetor, mas isto não o condena a ter de se vestir como escravo de senzala, enquanto os outros parecem aristocratas nas vestimentas.

Sol disse...

Homero,

Ele é um "anjo da guarda" (segurança), é evoluído espiritualmente, mas não tem "mestrado", porisso, é que trabalha, segurando os BOs de Daniel, pelo visto, lá encima não é tão diferente daqui.

Até concordo com um "pretinho básico", mas "espíritos" sem corpo e voz numa estória, seria filmes ou novelas de "terror" aí,não são espíritos, são assombrações e almas penadas, credo!

Solange

Sol disse...

Olha, que estou com pena da Dra. Jane, a mulher parece ter atirado pedra na cruz, só isto explicaria, aturar uma filha ingrata e atrevida e um ex marido que insiste em continuar sendo "o marido", cínico, aproveitador e metido a coitado,ninguém merece um traste como aquele.

Gosto do estilo, mocinha/malandrinha de Viviane, tirou a maior onda com a cara de Beatriz e Sofia ainda deixou claro, que elas seriam convidadas em "seu aniversário", amei!


Solange

Ivan Porto Jr disse...

Bom expressando a liberdade, assim como todos aqui o fizeram, nao me atenho a qual tipo de veste, os personagens utilizam, acho que estao bem sendo brancas, concordo com a ideia de pureza que trazem, nao penso que devemos agredir pra mostrar conhecimento, esta nao e a proposta do assunto, quanto aos lugares, ambientes, sabemos tambem, que o plano espiritual esta aqui e ai, junto de nos e onde ainda nao figuramos ideia clara, que pode tb em momentos ter semelhanca ao plano que mostram na novela, nao vejo onde isto possa ferir ou perturbar a mensagem a ser veiculada... E quanto ao nosso querido Ator Alexandre Rodrigues que intepreta Seth, o Anjo de Daniel, este desempenha bem seu papel, de acordo com as orientacoes recebidas, tem um olhar amoroso por seu protegido e em minha e de muitos outros opiniao, trabalha muito bem... acho que tambem devemos nos lembrar que preconceitos existem dentro de almas "pequenas" em conhecimento e amor, nesta existencia sou branco de olhos azuis, nao me faz melhor nem pior, nem mais bonito nem menos... A simpatia guia a verdadeira beleza... sabemos muito bem, que ja fomos negros, indios, e toda sorte de possiveis corpos necesarios a nossa evolucao, e podemos ainda utilizarmos de muitos outros... falemos com mais cuidado e carinho, finalizando, gosto da mensagem e acredito que estao todos se esforcando e a mensagem esta sendo plantada em trabalho serio, e claro que existem muitos outros pontos que poderiam ser mostrados, mas o que esta se mostrando ja e um bom comeco, e esta bem feito, abracos.