sábado, 12 de junho de 2010

"Parreira, Parreira"




Parreira comemorou o recorde de um treinador em copas. Sua seleção marcou o primeiro gol "africano" do campeonato.
Teve outras oportunidades, bola na trave , um "penalty" não marcado, que todos os comentaristas disseram ter sido claro e poderia ter mudado o resultado a favor da seleção sulafricana.
Demorou um pouco depois do gol do México empatando e a frustração inicial, mas logo Parreira pode comemorar o empate entre Uruguai e França, mantendo seu time zerado perante os adversários.
Como previ; "ele terá aspectos de poder após o jogo, indicando um resultado favorável, dentro de suas expectativas iniciais.
Veremos".

Embora com uma defesa um tanto "ingênua", o ataque dos sulafricanos é rápido e bem perigoso, prometendo mais , daqui por diante, quando tiverem mais segurança e menor tensão de uma estreia.
Para o Parreira , o dia terminou muito bem, conservando sua fé em bons resultados adiante e o público assimilou o empate como uma promessa de melhores jogos, pelo que sua seleção demonstrou.
Incompetência dos uruguaios e franceses, que ficaram no zero a zero.
Duas seleções covardes, que não arriscaram nada e ficaram na retranca.
Ainda creio numa "zebra"...

9 comentários:

Sol disse...

Bom dia Homero!

Bingão!, Parreira estava como pinto no lixo, depois do resultado
do "joguinho" França e Uruguay, pois deixou todos os quatro em condições iguais, com vantagem de um gol, para os as sulafricanos e mexicanos.

Apesar de não gostar do estilo Parreira,(retranca), reconheço que faz um bom trabalho, vai pelas vias mais seguras,numa estréia e primeira fase é a mais correta, mas para continuar na competição precisará de mais ousadia, vamos aguardar, torço para que tenha bom resultado, já foi técnico do timão, então...., tem meu respeito.

Agora, tem Argentina, a maior estrela? Maradona, não podia ser diferente.

Solange

Sol disse...

Aqui, está fazendo um frio de cortar e isto porque o inverno ainda não chegou,que falta faz uma lareira!

Gostei de Argentina e Nigéria, até agora o melhor da Copa,pena os africanos serem tão "ingenuos", senão complicaria a vida dos adversários.

Joguinho cansado este da Inglatera e Estados Unidos, o lance mais emocionante foi o "frangaço" do goleiro inglês,esperava muito mais com tantos "cavalões" em campo.

Solange

Homero Moutinho Filho disse...

SOL.
O ponto fraco da Argentina é a defesa. A Nigéria só não ganhou porque não sabe concluir as jogadas.
Pegando um time experiente e rápido a Argentina se ferra, pois se defende com 3 e o resto é atacante. Nem o ataque da Argentina, que gosto de verporque é rápido e objetivo funcionou contra uma seleção ainda ingênua, que aceitou aquele "blocking", obstrução, (abraço do argentino) permitindo a cabeçada que resultou no único gol.
Já o goleiro inglês; Green, deveria ser deportado imediatamente, pois até minha mãe de 89 anos pegaria aquela bola. Rsrsrs.
Estou esperando a Sérvia jogar, pois boto fé nos ex-iugoslavos.

Aliás, foi um bingo, pois o Parreira ficou satisfeito pela África do Sul ficar em primeiro na chave.
Bem que eu disse que seria no dia, porém, DEPOIS do jogo.

Ainda espero também a Holanda.

Sol disse...

O meio de campo da Argentina é muito perigoso, principalmente Messi e Tevez, se estão inspirados, passam por um buraco de agulha, mas a defesa...., está "velhinha"!,a sorte dela, foi aquele juiz "achar", que agarra-agarra, é jogada normal.

Se a Inglaterra depender daquele goleiro , "tá" na roça, vai jogar contra lá no Irã, cabra ruim!!!, se o melhor deles, engole aquele frangaço, fico imaginando o pior.

Quanto a Sérvia, não vi nenhum jogo dela este ano, mas não acredito que vá longe, confio muito mais na Holanda.

Solange

Homero Moutinho Filho disse...

SOL.
Que nada.

Os "ex-igoslávios" são "tripa dura". Deram trabalho e chegaram lá na última copa.
A Holanda tem o futebol mais bonito que já vi, mas morreu na praia antes e poderá também morrer agora, diante de uma seleção casca grossa, retrancada, como as da Alemanha e Itália.
Temos uma boa defesa, porém não infalível. Somente os astros poderão determinar se chegaremos lá na final, mas estou meio ressabiado por causa de uns aspectos astrológicos da CBF durante as semi-finais.
A África do sul ainda tem munição para chegar mais adiante, pois seus atacantes já demonstraram que sabem concluir com êxito os ataques. É só o Parreira puxar as orelhas da defesa, que ainda é imgênua na marcação de área.
Acho-a superior a da Nigéria.
Falta ver a Costa do Marfim.
Não torço, embora desejasse que uma dessas seleções fosse campeã; a Itália, para tirar nossa hegemonia besta do futebol, sendo pentacampeã, a Holanda, para premiar o futebol arte, ou uma seleção africana, como a do Parreira, para quebrar a monotonia de times campeões, europeus, ou sulamericanos.

Homero Moutinho Filho disse...

Corrigindo; "ingênua".

Sol disse...

Não conhecia o termo "tripa dura', gostei! mas continuo acreditando que será muito dificil chegaram a uma final, existe uma proteção, aos já campeões mundiais,basta ver o que fizeram com a Irlanda,num jogo decisivo, a França estava fora, Thierry fez um gol de mão no último minuto,indignando o mundo inteiro e nem assim, a Fifa voltou atrás.

Apesar de também gostar da Holanda, não sei como está jogando agora, houve mudanças, com vários jogadores novatos , mas como jogam na Itália , Espanha, talvez continuem com o mesmo estilo de jogo.

Os africanos, ainda são ingenuos, jogam bem no ataque, mas na defesa, deixam brechas incríveis,talvez porque só os atacantes conseguem jogar fora do continente, ganhando mais experiencia e massetes em competições internacionais.

Mesmo não gostando do grupo Dunga,sei que está tentando mudar a mentalidade de só futebol e samba, porisso acabou com o oba-oba, casa da mãe Joana, vamos ver se em campo, corresponde a tantas mudanças.

Pelo que vi até agora, todas as seleções estão no mesmo patamar, mesmo a Argentina, fazendo o melhor jogo, em minha opinião, ainda não provou ser um diferencial, pois jogou com a Nigéria, vamos ver com uma equipe mais forte.


Solange

Sol disse...

E lá vem a Alemanha, coitada da Austrália! se ficar só no toquinho, vai levar um saco de gols.

E o que é aquele zagueiro da Sérvia?, naquele altura do jogo, tirar a bola com a mão, merecia expulsão, jogo sem graça foi da Eslovênia e Argélia, aliás, estou começando a achar que a bola realmente tem opinião propria, foi o segundo frangaço, faz que vai e não vai!, e aí tadinhos dos goleiros!

Solange

Gabriela disse...

Notícia velha e etc, já passou e tal... mas fico feliz por seus bingos :)