quarta-feira, 8 de outubro de 2008

A Crise! "Conspiração" ou Astrologia?

Quais os sinais característicos de uma grande crise mundial capazes de permitir uma previsão como aqui foi diversas vezes e antecipadamente postada?
Lembram do que postei sobre a conjunção Júpiter-Plutão, criticando os erros sobre a verdadeira posição dos planetas em relação as constelações? E sobre as análises superficiais publicadas por portais de Astrologia, nada concretas em relação ao que viria?
Alertei que, aspectos fortes entre Júpiter e Plutão significam enorme concentração de poder, seja ele político ou financeiro, portanto, que poucos se locupletariam da insanidade geral que grassava nos mercados financeiros do mundo, lucrando desmedidamente, pela ingenuidade e ignorância das massas inebriadas pelo consumo e perspectiva de enriquecimento fácil.
A verdadeira Astrologia não é uma ciência isolada, pois requer conhecimentos em diversas áreas, para que as configurações sejam interpretadas convenientemente e façam sentido para o observador dos fenômenos celestes.
Uma de minhas formações acadêmicas (sem falsa modéstia, apenas para esclarecimento), inclui o mercado financeiro e Economia, facilitando a análise das conseqüências de um determinado aspecto e de sua posição referente aos mapas de independência de alguns países, não o nosso, porque não houve independência, mas sim, a criação de um império vinculado ainda a Portugal. Este é um dos erros dos que se fiam somente no 7 de setembro, como marco inicial de nossa trajetória como país independente.
No caso dos E.U.A, aconteceu realmente uma “independência” conquistada com sangue popular, ideais, integridade e altivez de raros homens esclarecidos de uma elite que fundou aquele país, hoje nas mãos de “fantoches amestrados” , dominados por poderosos grupos e “lobbies” internacionais .
Quando afirmei que os E.U.A teriam de enfrentar uma fase dificílima a partir da virada de agosto-setembro em diante, não o disse em vão, por pura “especulação”. Quando algo em termos astrológicos envolvendo um país vai mal, tudo vai mal.
Previ fenômenos naturais e catástrofes, não somente nos E.U.A, muitas “águas” e movimentos destrutivos vindo do oceano. Não deu outra e, a partir de agosto foram sucessivos prejuízos materiais e perdas humanas, causadas por furacõese desastrosas enchentes naquela região, incluindo o caribe e ilhas próximas como Cuba.
Havia e ainda há, outro risco de uma tragédia atingindo os E.U.A, desta vez na área política, caso Obama vença as eleições, por volta do período da posse em 2009 ou mesmo antes.
Disse que haveria um risco de atentado, que seria imputado a grupos radicais de direita, por ocasião da convenção do partido democrático e realmente houve a prisão de um grupo fortemente armado de radicais norte-americanos. Caso este, que foi devidamente “abafado”, depois sumindo das manchetes da grande mídia.
Conspiração? De quem?
Ou tentaram colocar a culpa antecipada em jovens inconseqüentes,"bodes expiatórios", sem capacidade real de obterem sucesso em seu plano, para lucrarem politicamente?
Não seria um tanto “estranho” que, pela primeira vez na História, um candidato mestiço tenha ostentado a campanha mais milionária, a ponto de fazer com que sua adversária, ex-primeira dama dos E.U.A, “falisse” por falta de patrocínio financeiro antes da convenção?
Mais um “fantoche” para agradar e satisfazer as esperanças de dos “excluídos”, “vitimizados” e “emergentes”?
Quem estaria bancando tal façanha arrecadadora, ingenuamente atribuída por uma mídia claramente comprometida ideologicamente à doações populares individuais ?
Não pude analisar com maior certeza os mapas dos dois candidatos, em virtude da falta de horários de nascimento corretos, pois nem mesmo os portais norte-americanos de Astrologia conseguiram obter informações certas , havendo conflito de dados fornecidos até por familiares e pais dos mesmos.
Talvez os candidatos receiem que especulações sobre o resultado das eleições influam nas mesmas.Mas ainda insistirei e postarei alguma previsão, mesmo que , assumindo os riscos de um enorme erro.
Alguns criticam Obama por sua formação educacional e familiar "muçulmana".
Isto agrada os "emergentes" e todos os habitantes de países submissos ao poder norte-americano, que o imaginam um "herói", um "São Jorge" contra o "dragão".
Talvez deva lembrar que o nome "Clara", de sua mãe norte-americana denota outra origem étnica e religiosa. Seu querido cunhado é judeu, figura proeminente numa sinagoga.Portanto, “algo de podre no reino da Dinamarca” ainda não foi devidamente esclarecido sobre o seu passado e presente.
Sobre o Mc Cain nada posso acrescentar , a não ser reconhecer o que os republicanos sempre foram. Diretos, sinceros,até grossos e radicais, refratários a qualquer "novidade comportamental" ou "conquistas sociais" que violentem seus valores familiares morais ou religiosos, de "construtores do império Yanque" no mundo, não importando se por hipocrisia ou não. É a política do "big stick", do "cacete", contra os inimigos dos E.U.A e ponto final, sem concessões à mídia intelectualmente mais de "esquerda" e "democrática".
Jamais são "politicamente corretos", por receio de expressarem suas opiniões polêmicas.
Não se esqueçam que, os verdadeiros controladores de tudo financiam os dois lados, para sempre vencerem e continuarem ditando as regras, sejam eles de grupos conspiratórios, religiosos ou étnicos, pois o principal é conservar as massas inconscientes sobre quem verdadeiramente manda no mundo.
Não acreditem que certos governos “populares”, cujos presidentes vieram dos mais baixos estratos sociais, foram uma “conquista” da maioria ignara e ignóbil, recalcada pela “exclusão” e pobreza crônica.
Todos eles tiveram campanhas patrocinadas por grandes grupos de poder, em todos os países, inclusive o nosso.
Há muitas teorias “conspiratórias”; Illuminattis, Clube dos 12, Montrauk, Magestic, a Fraude da “caminhada Lunar” norte-americana, os ataques contra as torres do WTC e Pentágono, etc... circulando pela Internet, porém todas têm o seu fundo de verdade e são amplamente baseadas em fatos, testemunhos e amparo científico, até mesmo de ex-funcionários de agências governamentais, mais uma vez indicando que, o “algo de podre” não ocorre somente no “reino da Dinamarca”, mas em todos os lugares.
Afinal, imaginem a sensação de um elemento da “plebe excluída”, maioria absoluta no mundo, ao ver um”representante”, aparentemente um “igual”, um vencedor, bem vestido e apoiado até mesmo pelas “elites” burguesas?
Democracia e Magia têm muito em comum.
Ambas vendem o “sortilégio” o “encantamento”, a “sugestão hipnótica”, o “condicionamento psicológico subliminar”,o "engano", aplicados pelas mensagens e imagens.
E o pobre cidadão de classe média baixa ou pouco mais abastada, sempre continuará acreditando que um dia ficará rico, coisa que jamais ficará, pois não nasceu com este “instinto” e nem tem a devida malícia financeira, ou não seria apenas um “remediado”,aplicando seus míseros reais num clube de investimento, onde as ações são compradas e vendidas sem o seu controle de preços, quase sempre entrando depois que as bolsas já subiram muito, porque uma de suas características é a indecisão, será sempre massacrado e “devorado” pelos “tubarões do mercado financeiro, porque age em “cardume” quando todos seus “iguais” agem coletivamente , alimentando os vorazes e competentes “predadores”.
Há uma teoria denominada “lei de Murphy” muito eficaz e comprovada, que diz; “se alguma possibilidade existir, que algo dê errado, acontecerá”.
Não preciso “desenhar” nem interpretar o que poderemos esperar de toda esta “quebradeira geral” e incerteza.
Quem “pagará o pato”?
Os “predadores” banqueiros e investidores internacionais?
Não, pois já foram amparados e protegidos por seus governos “fantoches”.
Quem quer que pense, não estar sob risco de ter sérios prejuízos e cair de nível sócio-econômico, deve estar sofrendo de grave deficiência perceptiva-dedutiva.
Goebbels, o “mago” da propaganda nazista durante a Segunda Guerra Mundial, dizia que; “as massas, principalmente durante a noite, reagem e raciocinam coletivamente, como crianças de 8 anos, sendo facilmente influenciáveis”.
Hoje, os “nazistas”, são os que os venceram na guerra e continuam ainda no poder mundial, usando das mesmas técnicas de condicionamento psicológico na grande mídia, que controlam e possuem.
Acreditam em “Papai Noel”, “vitória dos oprimidos” e “ideologias”?
Prefiro crer numa hipotética “Justiça Divina”.

11 comentários:

Sol disse...

Será que andei lendo livros errados sobre os illuminattis? e na verdade são adoradores dos "chifrudos" com pés de bode? rsss.

Falando sério:

Hoje estava conversando sobre essa "doideira" que tomou conta do mundo,o tal efeito domino desta globalização em que nos encontramos.

Me lembrei das aulas de história,quando estudávamos sobre a recessão americano dos anos 30,40? e de como isso favoreceu o crescimento dos simpatizantes do comunismo e nazismo.

Como diz o velho ditado , a água do rio só corre para o mar, e mais uma vez se confirma, os governos mundiais estão tentando de tudo para salvar as grandes corporações, bancos e indústrias da quebradeira geral, esquecendo da população que se encontra numa situação também muito ruim. E com um povo com fome, sem teto e sem perspectiva de melhora, a tendencia é surgir "salvadores" ou "líderes" que mais tarde se tornam ditadores e senhores de guerras.

Voce saberia me dizer se é verdade que os "árabes" "emprestaram" bilhões de dólares ao Citybank, tornando-se assim os seus maiores acionistas?

Solange

Sol disse...

Quem conhecia Obama antes?

Acredito sinceramente que por trás dele há uma grande organização ,não saberia dizer qual ou o que, mas ele não está sozinho. Onde conseguiria tanto dinheiro para uma campanha milionária?

Como um jovem senador, sem nenhuma experiencia administrativa e tradição política pode de repente se tornar um candidato com grandes chances de se tornar o proximo presidente americano?

Acredito que realmente há algo de podre, e meu receio é que descobriremos tarde demais.

Solange

Homero Moutinho Filho disse...

Sol.

-A maioria dos governos e emirados árabes tem sob contrato , manterem seus depósitos em dólares nos E.U.A. São reféns dos norte-americanos, porque se os retirassem , acabaríam com a economia dos E.U.A
-São depósitos sob cláusula obrigatória, compulsória, sujeitos a embargos .

Sol disse...

Voltando na história, sabemos que os judeus são divididos em dois grupos muito fortes os "sefaradis" que são os judeus árabes e os 'asquenasis" os judeus europeus, são eles os maiores controladores da economia americana, enquanto o grupo europeu são os fabricantes de armas, os árabes são os banqueiros.
Penso que os americanos é que estão nas mãos dos judeus,pois eles tem por cultura não investir em terras ou qualquer coisa que os mantêem presos.
De qualquer lugar do mundo podem controlar os seus "negócios".
Voce acha meu raciocínio absurdo?

Solange

Homero Moutinho Filho disse...

Prefiro "não comentar"... como diz a Copélia, mas você está mais próxima de sacar a sujeira toda e ficar "Mara", como gosta o Ladir...Rsrsrs

Homero Moutinho Filho disse...

Sol.
-Apenas uma coisinha... esqueça os árabes, pois não dominam nada, muito menos os bancos internacionais.
-Quem domina?

Sol disse...

Homero, aqui mesmo no Brasil tem uns "sefaradis" com grana a dar com pau, viajam mundo a fora como se fossem para o centro da cidade, tudo muito básico. São os mais "fechados" da comunidade judáica,ultra religiosos, seguranças 24 horas por dia, com direito a agentes treinados.

Não se misturam jamais, nem mesmo com judeus mais lights.

Solange

Cláu disse...

Homero
Gostaria de um conselho seu: vc acha que é um bom momento para se comprar carro? Com essa crise, minha mãe está com medo de deixar dinheiro no banco. O que vc acha?
Como essa crise vai chegar até nós? Fora a bolsa que mta gente perdeu dinheiro e a alta do dolar.
Tem mtos bancos que estão falindo também. Vc mesmo previu em outro post que vai ser uma reação em cadeia, efeito dominó.

Homero Moutinho Filho disse...

Cláu.

-Não compre nada. Espere os preços cairem.
-Deixe somente o mínimo no banco.
Retire aos poucos para não chamar a atenção.
-Se houver uma corrida de saques na poupança o governo poderá bloquear.
-Não compre dólares.

Cláu disse...

Homero
Vc recomenda tirar o dinheiro do banco e colocar debaixo do colchão?
Até quando vai essa crise? Será que ainda demora? Pelo menos o caos vai diminuir?

Homero Moutinho Filho disse...

Cláu.

-É uma boa idéia, mas também poderá colocar boa parte num banco garantido pelo governo como o Banco do Brasil, na renda fixa.