sábado, 5 de abril de 2008

"Loli-Isabella"

Procurei evitar de dar a minha opinião sobre mais este caso hediondo, que, ao que parece, está virando rotina brasileira. Primeiro o menino arrastado , trucidado, esquartejado e dilacerado, João Hélio, conforme previ, sobre uma violência sem igual no Rio de janeiro à época, depois uma seqüência de outras atrocidades contra menores de idade e crianças, passando pela menina torturada, amordaçada e presa em cárcere privado, submetida aos mais escabrosos métodos de tortura e requintes de crueldade, por sua responsável que a adotou, uma MULHER casada! Não foi um homem, foi uma MULHER! Isto talvez sirva para provar a razão do nosso mundo não ter mudado para melhor em nada, muito pelo contrário, até para pior, depois que as mulheres tiveram de abandonar filhos e lares para se igualarem aos homens na disputa pelo ganha pão e trabalho, deixando a sua prole nas mãos de estranhos, nem sempre “confiáveis”, diante de nossa realidade espúria e degradante, onde a Pedofilia impera e até tem justificativas sociais psicológicas, com base na culpa do próprio sistema que incentiva e alimenta a erotização precoce de nossas crianças, viciadas na mídia e no mercado de consumo, estimuladas por pais ambiciosos que até passam por cima de moral, valores e o que mais visando o sucesso e o lucro fácil.
Numa sociedade quase totalmente degenerada , em que todos comem e são comidos por todos, onde as mulheres, em maioria perderam qualquer respeito próprio, quanto mais dos homens, seria lógico que os “machos” em idade de procriação, procurassem virgens , cada vez mais jovens e isentas de doenças fatais como a AIDs, não é? Já sou maduro e até meio ”velho”. Na minha época , quando mais jovem, uma menina de 10 anos tinha corpo de 10 , usava roupas de 10 e agia como uma menina de 10! Não despertava qualquer “tesão” nem “provocava” pessoas mais velhas .Não se pintava nem se insinuava, sequer tinha “peitinhos”formados!
Hoje, uma menina de 10 anos tem corpo de mulher e até menstrua, tem seios, veste roupas provocantes de “grife”, imita artistas em seus trejeitos sexualmente sedutores em danças e comportamento pessoal.

Façam uma busca na Internet!
Quem permite e fornece suas filhas e filhos para posarem como “preteen models”, submetendo-os passivamente aos desejos de seus contratadores que os exploram em poses eróticas e até sexo explícito?
Quantos pais e padrastos, mães e madrastas vendem imagens de relações sexuais com suas crianças?
Quem vocês pensam que alimenta o maior mercado e lucratividade de uma rede mundial como a Webb?
A pornografia!
Seja ela infantil ou adulta , mas representa mais de 85% dos sites registrados , muitas vezes pelos mesmos grupos sob diversos nomes.
Partindo desta avaliação sobre a total ausência de valores morais, princípios humanos e levando em conta o estressante ritmo de nosso cotidiano, onde temos de engolir opiniões, desejos e verdades, submetidos a um massacrante bombardeio de novidades e estímulos psicológicos, poderemos antever um verdadeiro “caos” futuro em termos coletivos que abrangerá não somente algumas classes sociais , porém todas, indistintamente.
Vocês devem estar se perguntando; “o que tem isto tudo a ver com o caso Isabella?
Tem tudo a ver, partindo de uma ótica coletiva da Psicologia Comportamental, que analisa as reações de grupos sociais e as razões e estímulos a determinadas reações psicológicas.
Resumindo, para não confundi-los nem tergiversar sobre o sexo dos camarões em rota de migração na Malásia, o que temos agora é o resultado de todo um processo de evolução desordenada, porém , não por culpa do meio somente, mas também da espécie de pessoas que temos neste momento crucial de nossa civilização.
Agora, meninas de 10 anos, jamais podem ser vistas como “crianças” e seus pais também estão sujeitos a este raciocínio e julgamento pela aparência. Portanto, o que antes era reprimido em respeito à uma espécie de “inocência infantil” que era verdadeira, hoje não mais tem fundamento nem respaldo real.
Crianças, passaram a ser tratadas como “pequenas mulheres” e “pequenos homens”, principalmente as meninas , que se erotizaram bruscamente,enquanto os meninos continuaram em sua trajetória normal até hoje, sem maiores alterações biológicas .
Esta sociedade criou “lolitas” , agora as mata , tortura e corrompe.
Seus pais são produto de apenas uma geração passada, quando este processo de deturpação da realidade já se havia instalado em definitivo em nosso meio social esquizofrênico, estressante, enlouquecedor e insalubre em termos mentais psicológicos.
A diferença entre crianças e pais, nestas duas gerações passadas ficou muito próxima, quase imperceptível.
Portanto, quando um pai, padrasto, mãe ou madrasta resolve extravasar o seu estresse nos filhos, não estão enxergando crianças inocentes indefesas de acordo com suas idades e cronologia biológica. Estão descarregando ódios, recalques e agressões em “adultos”!
Ai está a total dissociação psicológica que habita as mentes da atualidade!
“O meu estresse causado por minha companheira, nova mulher, ou ex-esposa”, pelo patrão, pelo mundo, está sendo descarregado em outra mulher, imagem e semelhança.
Meio esquisito e de difícil entendimento, não?
Pois é...mas é assim que as imagens inconscientes são processadas aleatoriamente em nossa mente, por mais que valores ainda ditos “imperantes” estejam em vigor, quando nem mesmo respeito às autoridades e confiança em nosso regime e sistema temos mais.
Quando um pai reage com violência contra uma criança, na verdade está agredindo uma mulher, pelo menos em seu subconsciente, capaz de reagir e se defender convenientemente.
Não é o que se verifica, pois, a realidade nua e crua não acompanhou as transformações sociais e hoje a natureza, o natural entra em choque com um mundo “virtual”, que criamos para nós mesmos e acreditamos nele, como numa “Matrix”.
Não culpem os pedófilos por nada!
Culpem o sistema inteiro, a degeneração de homens e mulheres, a total inversão de valores e ausências da mais rala, rasteira e mínima dignidade humana, onde, em breve, toda uma geração será de FDPs profissionais .
Pais malucos assassinam filhas?
Por que? Acesso de raiva?
Drogados?
Malucos?
Psicopatas perigosos?
Não... eles são a nossa sociedade atual, capaz de tudo e de todas as aberrações!
Se eles realmente assassinaram Isabella?
Claro que sim, os indícios são flagrantes e os depoimentos dos dois uma “fantasia alegórica”, insustentável em termos periciais, pelo pouco que pude me informar.
O ângulo da queda do corpo e ausência de maiores setores com hematomas ou ferimentos graves, apenas os pulsos, a língua para fora e unhas roxas, clara evidência de asfixia,pois as unhas representam a oxigenação pulmonar. Se alguém tiver unhas arroxeadas, deverá se cuidar e procurar um médico. As marcas no pescoço , os vestígios de sangue espalhados pelo apartamento e também no outro do mesmo andar em colchão e lençol, pertencentes a sua companheira.
O motivo e razão sim, serão uma incógnita, apesar do pai ter antes ameaçado matá-la junto com a mãe, pelo depoimento da própria.
Teremos mais um “caso Madeleine”?
Até parece que os advogados do casal estão se valendo destes artifícios usados pela defesa dos McCann , mas chega a ser ridícula esta divulgação de “cartinhas" dos pais sobre a filha depois de presos.
Aquele “maluquete” que se diz “advogado” como eu sou e fui, não pretendo mais ser , jamais me vendi ou menti, embora preso pelo diploma, ousou uma demonstração teatral gritando; Pára, Pára, Pai!”
Ora meu Deus a quantas anda a mínima moral , dignidade e ética neste país!
Vão catar verduras e vender na feira, acabem com esta profissão imoral que só alimenta a mentira!
Podem me processar , até a OAB cassar meu registro profissional, por eu dizer isto , mas é a mais pura verdade.
Advogados e políticos são um câncer social a ser eliminado o mais rápido possível.
Ambos têm por profissão o exercício e prática da mentira!
Jamais defendi alguém que não tivesse razão e não morri de fome, apenas mudei meu objetivo pois tenho outras profissões e formações acadêmicas, mas aconselharia a quem se sentir atraído pela carreira jurídica a questionar antes os seus valores pessoais e princípios, se são firmes ou não.
Ou “pagarão mico” que nem aquele advogado "histriônico”.
Se um sistema pudesse ser perfeito eu diria que , sem políticos profissionais e advogados seriam funcionários públicos , defensores a serviço da população.
Mas num “sistema” como o nosso, não duvidaria, apesar das provas e indícios contundentes, que a defesa consiga fazer o mesmo que o casal homicida McCann fez, criando blogs, sites, fazendo campanhas, angariando fundos em libras que pagaram a hipoteca de sua casa e viveram disto até agora.
Chega! Basta de atrocidades e vida cruel! Precisamos viver sim, mas outro tipo de vida, não esta merda institucionalizada e imposta pelo sistema!
Queremos paz, alegria de viver, saúde, amor, tranqüilidade pessoal e de nossa família, sem anormais, sem agressores, sem pessoas odiosas ou bizarras,que tentem transformar nossas vidas num inferno e “Juízo Final”!
Desejamos apenas a vida natural , como Deus nos criou!
E nada mais...

13 comentários:

msolangepereira disse...

Neste domingo o Jornal O Estado de São Paulo traz uma reportagem sobre o caso Isabella, depois de ouvir tres pessoas que participaram das reuniões com legistas do IML.

Isabella foi espancada antes de morrer,isso é uma certeza ,apresentava escoriações , hematomas e um sangramento no cérebro próprio de quem foi espancado.
A fratura do pulso apresenta características de quem sofreu uma torção, antes de falecer e não foi causada pela queda.Além de marcas na nuca que, pode ter provocado uma fratura na cervical(ainda estão sendo analisadas fotos)provando que ela sofreu esganamento.

Lendo tudo isso,me dá uma angústia muito grande,não apenas por imaginar o sofrimento dela mas, por constatar tamanha covardia e crueldade que, se esconde dentro de um ser humano é o que, é muito pior, dentro de pessoas muito proximas,de onde só se poderia esperar amor ,carinho, educação e orientação.

Hoje as crianças não têem o direito de serem crianças,desde muito cedo, são colocadas em escolas,com outras mil atividades que, as impedem de extravasar o que possuem de mais bonito, a própria infancia,a ingenuidade e porque não dizer até certas traquinagens ,isso tudo, porque os pais não podem ou não tem tempo de criá-los, educá-los, e quando por algum motivo essa criança,brinca, faz barulho ou alguma "mal criação"
o adulto saturado, estressado do seu dia a dia, enxerga nesse pequeno ser, toda a sua impotencia diante de suas dificuldades, e num momento de "loucura"agride e mata.

Fico pensando qual o critério usado por determinados profissionais,dentro do assunto, advogados que, tentam defender , o que os meus princípios e valores chamo de "monstros", o que poderá ser alegado?
Demencia?,Surto Psicótico?, para mim não há defesa.

Solange

Cidinha Cunha disse...

Homero admiro muito o seu trabalho e a sua dedicação com amor pelo o que faz neste blog. Diariamente estou aqui lendo os comentários de todos que frequentam. Não sou de me expressar, gosto mais de ler o que as pessoas escrevem sobre seus pontos de vista.
Solange sempre admirei a sua visão de vida, por este motivo hoje vim aqui expressar a minha admiração por você, pelo o Homero, Tiago, Mexicana Triste e outros anônimos. O que você escreveu acima concordo plenamente e me deu vontade de vir aqui para expressar a minha indignação por esta atitudes absurdas que está acontecendo nosso planeta, vou te plagiar: "Acho que nasci em época errada" também.
Bom domingo a todos.

Homero Moutinho Filho disse...

cidinha cunha.

Obrigado por suas palavras.
Faço o que posso para manter este blog, em conjunto com nossos leitores e colaboradores.

Sérgio tavaress disse...

http://oglobo.globo.com/sp/mat/2008/04/06/pai_de_isabella_era_considerado_paizao_por_amigos_da_faculdade-426711716.asp

Homero,

Concordo em tudo que escreveu,realmente a libertinagem de hoje em dia está enorme,a internet está sendo a porta princípal,nela a promiscuidade é que domina muitas pessoas de mente vazia,de mente fraca...falta discernimento em muitos.

Este Link acima fala do Pai da menina Isabella,sua vida de mesada,de sobra e água fresca;sempre fez o que teve vontade.
Será que a madrasta tb está envolvida?

Boa tarde!

msolangepereira disse...

Boa tarde Homero e a todos !

Agradeço as suas palavras Cidinha mas, aqui quem faz a diferença é o Homero e, realmente em muitas ocasiões eu me sinto assim, nasci em época errada.

Hoje no Globo on line tem uma matéria que fala que, a cada dez horas uma criança é assassinada, dentro de uma faixa etária de 5 a 14 anos,isso é assustador.

Não tenho filhos mas, tenho sobrinhos e os adoro,como tia minha missão sempre foi, digamos ,mais suave, nunca tive receio de dizer um não ou de ralhar quando percebia que, algumas atitudes estavam extrapolando o bom senso,e nem por isso perdi o amor ou o respeito que ,eles sentiam e ainda sentem por mim, muito pelo contrário.

Como ninguém nasce com um manual de instrução, educar dá muito trabalho, é desgastante mas, no final a certeza que, conseguimos criar, gente, na concepção exata da palavra, nos enche de orgulho, percebemos que, valeu a pena.

Conheço alguns pais que, sentem verdadeiro pavor, em dizer não aos seus filhos, impor limites, orientá-los diante das dificuldades,protegê-los pois, permitem tudo e ainda dizem que, os estão preparando para a competição que irão enfrentar quando adultos.Acreditam que, as cobranças e ,os nãos, cabe as escolas, fico pensando que, adultos serão esses? Hoje muitas das nossas crianças têem acesso a informações que, no meu tempo de adolescente só sabiamos por conversas trocadas aos pés de ouvidos com outros colegas e, mesmo assim algumas completamente deturpadas pela falta de malícia ou de maturidade.

E vejo aí, a enorme diferença, entre a criança que, fui e, as crianças que, conheço ,por falta de condição perdem a infancia,são transformados em mini adultos e, tratados como tais, numa situação extrema, como a violencia, estão e continuarão a estar em desvantagem.

Muito cedo são jogadas ao convivencia com o adulto, digerindo tudo e não assimilando nada, e muitas vezes numa discursão entre pai e mãe, são usados como mercadoria de troca.Talvez porque, como já ouvi dezenas de vezes, a criança não foi planejada, aconteceu, foi um acidente.E continuarão a ser assim tratadas.

Solange

Sérgio tavaress disse...

Oi,

http://www.todososdesejosdomundo.blogger.com.br/index.html

Neste Link tem um texto que fala da violência;é de um blog que fala de BBB e depois do BBB comenta de tudo,fale a pena ler,Jane fala algo para refletir;nem sempre concordei com tudo que ela escreve,mais tb tem muito que já concordei...faz parte..rs

msolangepereira disse...

Homero, tem as fotos do pai e da madrasta de Isabella no cotidiano da Folha,a fisionomia da madrasta me parece mais agressiva diferente do pai se puder dê uma olhada.
Solange

Tiago disse...

Boa noite Homero,Solange e amigos do blog!
Cidinha,seja bem vinda e obrigado pelas palavras,mas como bem disse Solange o merito é do Homero.
Esse caso é nefasto e chocante,cada dia que passa surge um fato novo ou uma contradição.Realmente,estamos numa sociedade onde valores como familia,respeito,etica e fraternidade foram para o ralo e matar,violentar,roubar e etc se tornaram cliches diante de tanta bandalha.E o pior,não vejo nas novas gerações esperança para mudar,a garotada de hj não tem noção de mais nada a não ser a mediocridade desse musicas horrendas como funk e etc.Ninguem sabe mais conversar,ter a gentileza de ceder o lugar a um idoso ou uma gestante.Aff,é trsiet mas é o final dos tempso mesmo!
Boa semana a todos!
Tiago

msolangepereira disse...

Depois que, a Justiça aceitou o pedido da promotoria,retendo o pai e madrasta de Isabella por 30 dias com direito a prorrogação por mais 30, quais são as chances do advogado de defesa conseguir um habeas corpus para os dois?

Solange

Homero Moutinho Filho disse...

Solange.

-Neste caso é mais complicad a situação.

-Normalmente , tendo trabalho e endereço fixo seria possível um Habeas Corpus, porém, parece que o pai não tem emprego e vive ajudado pelo pai.
-A pressão da opnião pública também influi muito.
-Outro fator complicador é que o local do crime foi a própria residência dos dois, o que poderia atrapalhar as investigações e perícia, além da presença deles interferindo juntos aos vizinhos e empregados do prédio.
-Também poderíam tentar apagar outras pistas e vestígios do crime.
-Portanto, conceder os Habeas Corpus para os dois seria temerário.

Anônimo disse...

Me desculpe homero por discordar, em parte, com o que vc postou. Sou uma mulher de 37 anos e fui espancada, passei fome, vivi sem carinho de pai nem mãe. Isso tudo aconteceu comigo dos 2 aos 11 anos de idade. Com 2 anos fui morar com meu tio, sua esposa e filha que tinha a minha idade na época. A esposa do meu tio foi a responsável por tudo que passei, ela não tinha nenhuma relação com a figura de mulher moderna e emancipada descrita por vc, muito pelo contrário, era uma mulher totalmente submissa, extremamente moralista e religiosa. Aos onze anos parentes ameaçaram dar queixa e acabaram me entregando a outra parente que me acolheu com todo amor. Só quero dizer com tudo isso que maudade existe desde que o mundo é mundo e em toda parte, que hoje tudo ganha maior notoriedade pela facilidade de informação e também a existência das leis de proteção. Antigamente tudo era mais secreto, quando este tipo de situação vinha ao conhecimento das pessoas buscava-se sempre alguma justificativa, colocando a culpa na criança: ela é muito travessa ou isso é para corrigi-la. O fato é que eu escapei, senti em minha carne e alma toda a dor que uma criança pode sentir. Hoje sou mulher e mãe, rezo todos os dias para que Deus me dê saúde para poder criar meus filhos, porém sou uma mulher moderna, sou independênte sim e acho que só isso pode dar a mulher condições de igualdade num relacionamento. Dizem que o caráter de uma pessoa se forma até os sete anos, se for assim eu aprendi vivendo na pele e julgando assim o que era certo ou errado. Já escrevi muito, acho que vou ficar por aqui, não vou corrigir meus erros no texto, pois não acho tão necessário. Você não precisa postar este comentário, eu só gostaria mesmo que você soubesse da minha opinião. Fora esta pequena divergência adoro seu blog e sempre dou uma passadinha por aqui.

msolangepereira disse...

Bom dia Homero e a todos!!!

Obrigado Homero, vamos esperar que,o dia de hoje traga maiores informações e esclarecimentos.
O mais intrigante é, que as notícias chegam em doses homeopáticas.Gostei da postura do promotor me pareceu bem centrado, sem estrelismo.

Solange

Homero Moutinho Filho disse...

Anônimo das 04:13.

-Obrigado pela preferência, mas aproveito para explicar que talvez tenha havido um equívoco de interpretação sobre o texto.
-Em nenhum momento atribui a culpa ao fato das mulheres de hoje serem independentes, mas sim ao estimulo da sociedade e dos pais à erotização precoce e aceleração do processo de crescimento por transformarem crianças em mini-adultos.
-Uma simples dona de casa também pode ser estressada e má.O tipo de trabalho ou religião não determinam um comportamento perverso.
-Minha mãe trabalhou 35 anos, excerceu altos cargos de direção na administração pública, cuidava de todos e nunca se estressou.
Entretanto, o rítmo de vida daquela época era outro.
-Nas últimas 3 décadas encarnaram muitas almas cruéis e desequilibradas. O mundo está assim, por causa do baixo nível espiritual da maioria.